Casal é detido pela DIG após roubo de semi jóias ocorrido no mês passado

Uma mulher se passou por funcionária de um consultório médico e desejava ser atendida pela vendedora de semi jóias. Entretanto, a ação visava atraí-la para outros dois indivíduos surpreenderem com o assalto.

0
519
(Foto: Polícia Civil SP)

Nesta segunda-feira (20), a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Americana, cumpriu um mandato de busca e apreensão, expedido pela 2ª Vara Criminal de Americana, e teve êxito em deter um casal responsável por roubo de semi jóias, ocorrido em um consultório médico no Jardim São Paulo. O caso aconteceu no dia 16 de junho.

Segundo informações, uma vendedora estava realizando atendimento para uma funcionária do consultório, quando foram surpreendidas por dois indivíduos em posse de arma de fogo, para executar o roubo. De acordo com a polícia, as investigações apontaram que a suposta funcionária, de 45 anos, na verdade poderia fazer parte do assalto.

Contudo, durante o trabalho de investigação, os agentes identificaram o veículo Citroen C3, pertencente a suposta funcionária. Posteriormente, unidos a mais evidências, foi determinado o mandato de busca e apreensão.

Na data de ontem, os policiais cumpriram a determinação judicial, deslocando até o apartamento da mulher localizado no São Vito. No interior da residência, depararam com a investigada e seu amásio de 35 anos, que chegou a destruir seu celular com a aproximação dos agentes.

Foram apreendidos dois celulares, o veículo C3, a quantia de R$ 515,00 e semi jóias diversas. Até o momento, o terceiro indivíduo não foi identificado.

Diante dos fatos, o caso foi encaminhado para sede da DIG e após solicitação do delegado José Donizeti de Melo ao poder judiciário, ficou decretada a prisão temporária dos envolvidos. Ademais, a mulher foi transferida para cadeia de Monte Mor (SP), enquanto seu parceiro foi encaminhado para cadeia de Santa Bárbara d’Oeste (SP).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui