A importância da reciprocidade.

“Se você não entende o que é reciprocidade, vá a um parque e tente brincar sozinho de gangorra”.

0
576
(Foto: Entrecontos)
#CaféComAPsico

Toda relação precisa de interação mútua para de fato acontecer. Quando percebemos que só um lado se dedica, só um lado cuida, só um lado se importa ou só um lado abastece a relação, a reciprocidade acabou ou nunca existiu.

Cuidar de si mesmo é importante, mas não anula o compromisso de fazer o mesmo por quem está ao seu lado, pois é impossível uma relação ser saudável, quando só um faz o possível para dar o seu máximo, enquanto o outro não oferece nada.

“Mas não temos que fazer as coisas sem esperar nada em troca?”

Dependendo do que se faz sim (ajudar ao próximo por exemplo), porém quando falamos de uma relação íntima duradoura, não há quem suporte só dar de si sem receber de volta.

É como se somente você abastecesse o tanque de gasolina do carro do seu parceiro(a), enquanto ele(a) não coloca uma gota de combustível no seu carro, necessário para percorrer o caminho. Dialogue, se interesse pelo que o outro tem a dizer e o que precisa.

“Se você não entende o que é reciprocidade, vá a um parque e tente brincar sozinho de gangorra”.

Autora: Grasiela Siqueira
Psicóloga
CRP 06/119271
grasi.fsiqueira@gmail.com
(19) 99320-2353
Rua Luiz Delbem, 170 – Centro – Americana/SP
Insta: @umapsicologa_me_disse

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui