Quando o passado não passa…

"Não podemos alterar o que já aconteceu, mas ressignificar os acontecimentos, aprendendo com eles mesmo que doa; quando focamos demais no passado, esquecemos de viver conscientemente o presente".

0
403
(Foto: Reprodução/Internet)

Todos nós temos uma história de vida que no decorrer do tempo, trouxeram acontecimentos passados que nos marcaram negativamente.

Muitas vezes esses momentos surgem em nossa lembrança, nos fazendo ressentir a dor de cada detalhe que nos magoou, a ponto de nos privar de seguirmos em frente.

“Eu devia ter feito diferente; devia ter respondido outra coisa; não acredito que fulano(a) teve a capacidade de me fazer tão mau assim; como eu pude errar desse jeito?; nunca vou esquecer daquele dia”, etc.

A medida que guardamos mágoas e não perdoamos nosso passado, podemos ficar presos em situações que nunca vão mudar, pois não podemos alterar o que já aconteceu, mas podemos ressignificar os acontecimentos, aprendendo com eles mesmo que doa.

“Eu não consigo esquecer o que me aconteceu”.

Se não temos algum problema de memória, de fato esquecer não vai acontecer, mas podemos tratar, para lembrarmos sem sentir a dor que aquele acontecimento nos causou ou ainda causa.

Não foque no que podia ou não ter sido e sim no que ainda você pode fazer por você, e pelas situações que te incomodam. Quando focamos demais no passado, esquecemos de viver conscientemente o presente.

“Mas eu devo perdoar?”

Há muitos estudos que dizem que a falta de perdão podem gerar doenças psicossomáticas ou seja, doenças causadas por emoções, então você precisa analisar a situação e perguntar-se:

“Eu perdoo e retomo a amizade? ou eu perdoo mas prefiro seguir sem essa pessoa na minha vida?”, existe sim esses dois tipos de perdão.

As vezes precisamos nos perdoar também, pois naquela época não éramos a pessoa que somos hoje, não fizemos diferente antes, mas podemos fazer diferente agora, nessa ou em outras situações.

Como dizia Shakespeare: “Guardar mágoa é como tomar um copo de veneno e querer que a outra pessoa morra”.

Tire de dentro de você aquilo que não te faz bem e recomece a vida, tem um monte de acontecimentos e possibilidades lá fora esperando por você! Se dê uma outra oportunidade!

Autora: Grasiela Siqueira
Psicóloga
CRP 06/119271
grasi.fsiqueira@gmail.com
(19) 99320-2353
Rua Luiz Delbem, 170 – Centro – Americana/SP
Insta: @umapsicologa_me_disse

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui