Polícia Civil apreende helicóptero utilizado para o tráfico internacional de drogas em Piracicaba

Operação foi realizada por agentes da região de Piracicaba e contou com a participação da Dise de Americana - dois homens são investigados.

0
233
(Foto: Polícia Civil)

Na tarde dessa segunda-feira (27), a Polícia Civil realizou uma operação para combater o tráfico internacional de drogas e teve êxito em apreender duas aeronaves. Tratava-se de dois helicópteros, sendo que um foi abordado no aeroporto de Piracicaba (SP) e outro na cidade de Carapicuíba, pertencente a região metropolitana de São Paulo.

A ação conjunta teve a participação de equipes da Unidade de Inteligência Policial (UIP), Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Piracicaba, Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Americana, Serviço Aerotático (SAT) e do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), através do Pelicano.

Segundo informações, a investigação levou quatro meses para verificar a conexão das aeronaves com o tráfico internacional de entorpecentes. Os planos de voo foram monitorados, até que foi possível com auxílio do Pelicano avistar as aeronaves.

Contudo, durante a abordagem no aeroporto de Piracicaba, o piloto ao ser indagado alegou ter sido contratado para ir até o estado do Mato Grosso do Sul. Com isso, devia buscar uma caixa de dinheiro e entregar na região próxima ao município de Garça (SP).

Além disso, trazia consigo a quantia de R$ 5 mil – parte do pagamento pelo serviço. Posteriormente, o helicóptero foi encaminhado para Americana, onde passou por uma perícia que resultou positivo para cocaína no banco traseiro. Documentos e um telefone via satélite foram apreendidos.

Apreensão no aeroporto de Carapicuíba

O segundo helicóptero foi encontrado sem o piloto e também passou por perícia. No interior foi encontrado uma caixa do Correios, constando o nome do piloto abordado em Piracicaba como destinatário e outro nome de homem como remetente.

Além disso, carregadores de telefone via satélite e comprovante de recebimento acompanhava a caixa. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o último helicóptero permaneceu no hangar da Polícia Civil no Campo de Marte – zona norte da capital paulista.

Por fim, o caso ficou registrado na sede da Dise de Americana e os dois homens, sendo um de 22 e outro de 34 anos, são investigados.

Segunda aeronave localizada na investigação/ (Foto: Polícia Civil)


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui