Durante patrulhamento na manhã deste domingo (12) pela Praça da Fraternidade no Jardim da Paz, os patrulheiros Monaro e Diego foram solicitados por uma funcionária da limpeza, que informou sobre duas pessoas que estariam mantendo relação sexual no banheiro público da referida praça.

A equipe após adentrar o local, deparou-se com uma adolescente de 15 anos com problemas psicológicos e um homem maior de idade, ambos saíam de um dos box do banheiro. A garota informou aos patrulheiros que o homem a havia puxado para dentro do banheiro onde tampou sua boca e abaixou seu shorts. Por conseguinte, veio a passar as mãos sobre suas partes íntimas, porém que não houve penetração.

Segundo informações, o averiguado relatou que foi seduzido pela menina e que ela teria adentrado o local de livre e espontânea vontade.

Já a mãe da vítima, compareceu ao local e informou que sua filha tem distúrbio e faz tratamento com uma psicóloga e um psiquiatra.

Todos foram conduzidos a Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde os fatos foram narrados para a autoridade policial que deliberou o registro de averiguação sobre estupro e liberou o averiguado, que será investigado pela Delegacia da Defesa da Mulher (DDM).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui