Garis de Nova Odessa ficam feridos após descarte irregular de cacos de vidro.

Só em 2020, seis garis do município foram afastados, devido a ferimentos causados por objetos cortantes durante a coleta.

0
197
(Foto: Prefeitura Municipal de Nova Odessa)

Sacolas amarradas de forma irregular, pedaços de vidro soltos e latas com fio cortante sem nenhuma proteção. A falta de conscientização de alguns fez com que, só em 2020, seis garis de Nova Odessa (SP) fossem afastados das atividades, devido a ferimentos causados por objetos cortantes durante o ato de coleta.

Nesta semana, a Coden Ambiental registrou mais um acidente envolvendo descarte irregular de vidro. O gari da empresa Pass Ambiental, teve corte profundo na perna e passou por acompanhamento médico, sendo afastado por 8 dias.

“O número de acidentes poderia ser 10 vezes maior, se não fosse o cuidado com que os coletores trabalham em nossa cidade. O acondicionamento irregular do lixo residencial, com objetos perfurocortantes é um problema recorrente. Nas sacolas, é possível encontrar garrafas e vidros quebrados, materiais de medicação sem proteção (como agulhas), pregos, espetinhos de madeira, entre outros objetos que podem representar risco na hora da coleta, pois a sacola pode se romper quando é apanhada pelo gari e o material perfurocortante causar um acidente, machucando ou até colocando a vida do profissional em risco”, explicou o diretor técnico da Coden Ambiental, o engenheiro Rean Gustavo Sobrinho.

Por conta desse problema recorrente, a Prefeitura de Nova Odessa e a Coden Ambiental fazem um alerta, para que a população embale seu lixo corretamente e proteja os coletores. Por isso, é necessário tomar medidas preventivas ao descartar vidros quebrados, latas, pregos, arames e outros materiais cortantes.

Fonte: Prefeitura de Nova Odessa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui